Explorando o potencial hidroviário da Baixada Santista

Na última semana a CODESP anunciou o início de um serviço de transporte hidroviário de cargas entre os terminais do Porto de Santos e o Polo Industrial de Cubatão, com o intuito de retirar 500 caminhões por semana das estradas da região. É uma alternativa que visa explorar o potencial hidroviário da região da Baixada e otimizar os acessos ao complexo santista.

Veja mais sobre a reportagem aqui - Link

A Genoa é uma grande entusiasta no desenvolvimento de projetos logísticos inovadores na região do Porto de Santos e - especificamente com a questão hidroviária, trabalhou de forma percursora na discussão da viabilidade dessa alternativa logística.

Ainda em 2008, a Genoa trabalhou com o conceito de polo regulador de carga, em um projeto a ser desenvolvido na região de Cubatão, em um ponto de entroncamento logístico rodoviário x hidroviário. O conceito elaborado envolve o recebimento da frota rodoviária no terminal, manuseio e armazenagem intermediária de contêineres (que pode envolver inclusive questões de liberação alfandegária e outros processos burocráticos e de beneficiamento) e transporte até os terminais do estuário em barcaças auto-propelidas.

Esse estudo pode ser parcialmente conferido através do documento disponibilizado nesse link: Estudo Estuário Santista

Ainda em 2008 alertava-se para as limitações das ideias propostas, esbarrando em barreiras de difícil transposição ligadas a questões políticas e financeiras. Além disso, destacou-se também a dificuldade de inserção de um elemento inovador no cenário logístico tradicional, representando uma ruptura de paradigma.

E na logística nacional, sabemos que romper paradigmas não tarefas das mais simples. Quem sabe agora, quase 10 anos depois, finalmente não conseguimos?

#hidrovia

Categorias
Posts recentes
Arquivo
 
Telefone: (11) 3032 - 6742      contato@genoads.com.br      Rua Álvaro Anes, 46, Pinheiros, São Paulo - SP